domingo, 21 de março de 2010

O MAIOR “ESCÂNDALO” DE ANGELA RO RO.



* Item de Colecionador *

Angela Ro Ro lançou em 1981 um LP intitulado “Escândalo”, titulo de uma canção que lhe fora presenteada por ninguém menos que Caetano Veloso, e que retratava um momento difícil na vida da cantora.

Neste período Ângela Ro Ro tinha como parceira nas composições Naila Skorpio, um ícone do underground carioca e trouxe ao trabalho ares extremamente contemporâneos sem obviamente afastar Angela da “fossa”, na qual tornou-se herdeira não só pelo par de olhos que a assemelha até hoje a grande Maysa, mas muito mais pela alma sofridas que suas canções expõem.

Um dos exemplos do quanto a parceria com Naila Skorpio tornou-as uma dupla “Cult” entre os amantes da boa musica são os versos da canção “Vou lá no Fundo” que diz assim” ...vou lá no fundo/ sou vagabundo/ meu preço é caro / mas vêm que eu te encaro ...”

E a que se perpetuou pelo tempo afora foi a composição da dupla intitulada “Mistério” que diz assim “ ... que mistério é esse/ que você tem/ que quando você sofre/ eu não passo bem ...”

Embora a canção que dá titulo ao LP de 1981 tenha sido a que de fato tocou nas rádios e que sequenciadamente tem sido regravadas por outras grandes cantoras da MPB, como Fafá de Belém e Simone, “Escândalo”, composta por Caetano Veloso, traz versos que tocam em feriadas abertas pelo amor que se foi “ ...eu marquei demais, to sabendo/ aprontei demais, só vendo/ mas agora faz frio aqui ...” Outras canções que se firmaram no repertorio já quase “eterno” de Angela são: “Perdoai-os Pai”, “Came e Case” e “Tão Beata, tão à Toa” só faz reafirmar a veia poética que vive dentro desta que talvez seja a cantora e compositora da MPB que mais tenha se despido publicamente, voluntária e involuntariamente, e trás marcas na alma por isso.

Mas da “saudável” parceria com Naila Skorpio temos “Perco o Rumo” que invade deliciosamente os ouvidos com seus versos que dizem assim “... Hum! Eu fico rouca/ tiro a roupa. Me aqueço/ não te esqueço, e adormeço / pra sonhar de ter você...”

Na reedição preparada por Marcelo Froes, em 2002, pude contribuir enviando-lhe o encarte original do LP que permitiu a replica perfeita para o CD e Marcelo Froes, gentilmente nos agradecimentos, citou meu nome.

Uma alegria só! Eis uma verdadeira obra “Cult” em nosso cancioneiro popular.

Paulo Gonçalo dos Santos
Historiador / Pesquisador de MPB
paulogoncalo@uol.com.br
Andre L. M. Menezes
Revisão Afetiva


video

2 comentários:

clovisgau disse...

Postei vários comentários no lugar errado. Droga.Remeti tudo pro Gelson. Que naõ deve ter entendido bulhufas. Comentei que esperava mais "escãndalos" na sua postagem. Lembrei da Zizi que lançou "ninguém vai tomar posse de mim" tempos depois. O primeirão dela entrou até para a lista dos "cem melhores da rolling stone".

Paulo Gonçalo disse...

Heheheheh tenho até hoje o autografo que Angele Ro Ro me deu num show que assistimos juntos, foi numa boite no Bexiga nos anos 80, lembra se disto?? Hoje Angela esta uma Senhora super hiper bem comportada que merece minha reverencia e aplauso sem "escândalos". Beijo